OBJETIVO: Levar conhecimentos sólidos para que os Contabilistas possam, dentro de suas realidades, se adequar às normas Internacionais da Contabilidade, utilizando metodologia expositiva conceituais, porém, aplicando vários exercícios práticos para assim fixar melhor o conteúdo, visando ainda, a desmistificação do tema.

PÚBLICO: Contabilistas, professores, estudantes, coordenadores do curso de Ciências Contábeis e demais interessados pela área.

CARGA HORÁRIA: 16 horas.

MATERIAL: Será fornecido certificado e material em formato de livro.

1 ASPECTOS HISTÓRICOS

2 ASPECTOS CONCEITUAIS

     2.1 Pequenas e Médias Empresas

     2.2 Ativo

     2.3 Passivo

     2.4. Patrimônio Líquido

     2.5 Balanço Patrimonial

     2.6 Resultado ou Desempenho

     2.7 Receitas

     2.8 Reconhecimento

     2.9 Mensuração

     2.10 Reconhecimento

     2.11 Adequação Inicial

     2.12 Continuidade

     2.13 Periodicidade de divulgação das demonstrações contábeis

     2.14 Uniformidade

     2.15 Comparabilidade das informações

     2.16 Agregação das informações e materialidade

     2.17 Demonstrações contábeis

3 CONCEITOS E PRINCÍPIOS CONTÁBEIS

     3.1. Compreensibilidade

     3.2 Relevância

     3.3 Materialidade

     3.4 Confiabilidade

     3.5 Primazia da essência sobre a forma

     3.6 Prudência

     3.7 Integralidade

     3.8 Comparabilidade

     3.9 Tempestividade

     3.10 Equilíbrio entre custo e benefício

4 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

     4.1 Balanço Patrimonial

     4.2 Demonstração do Resultado – DRE

     4.3 Demonstração do Resultado Abrangente – DRA

     4.4 Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido DMPL

     4.5 Demonstração de Lucros e Prejuízos Acumulados DLPA

     4.6 Demonstração dos Fluxos de Caixa – DFC

5 NOTAS EXPLICATIVAS

6 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EXIGIDAS PARA PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

7 DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS CONSOLIDADAS

8 POLÍTICAS CONTÁBEIS

     8.1 Mudanças na Estimativa

     8.2 Retificação de Erros de Exercícios Anteriores

9 REDUÇÃO AO VALOR RECUPERÁVEL DE ATIVOS

10 TESTE DE RECUPERABILIDADE – IMPAIRMENT

     10.1 Caso prático de teste de recuperabilidade – impairment

11 AJUSTES DE AVALIAÇÃO PATRIMONIAL

12 AJUSTE A VALOR PRESENTE

13 INSTRUMENTOS FINANCEIROS BÁSICOS

14 OUTROS TÓPICOS SOBRE INSTRUMENTOS FINANCEIROS

15 ESTOQUES

     15.1 Avaliação dos estoques

     15.2 Redução ao valor recuperável de estoques

     15.3 Aquisição de Produtos ou Mercadorias a Prazo

16 INVESTIMENTO EM CONTROLADA E EM COLIGADA

     16.1 Mensuração dos investimentos em coligadas

17 INVESTIMENTO EM EMPREENDIMENTO CONTROLADO EM CONJUNTO – Joint Venture

18 PROPRIEDADE PARA INVESTIMENTO

19 IMOBILIZADO

     19.1 Inspeção regular Importante

     19.2 Teste de Recuperabilidade – Impairment

     19.3 Custo atribuído na Adoção Inicial

20 ATIVO INTANGÍVEL

     20.1 Teste de Recuperabilidade – Impairment

21 COMBINAÇÃO DE NEGÓCIOS E ÁGIO POR EXPECTATIVA DE RENTABILIDADE FUTURA (Goodwill)

22 ARRENDAMENTO MERCANTIL

     22.1 Contabilização do arrendamento mercantil financeiro – Arrendatário

     22.2 Contabilização do arrendamento mercantil operacional – Arrendatário

     22.3 Contabilização do arrendamento mercantil financeiro – Arrendador

     22.4 Contabilização do arrendamento mercantil operacional – Arrendador

     22.5 Arrendamento mercantil feito pelo próprio fabricante ou comerciante

23 TRANSAÇÃO DE VENDA E LEASEBACK

24 PROVISÕES, PASSIVOS E ATIVOS CONTINGENTES

25 PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO

26 RECEITAS

27 SUBVENÇÃO GOVERNAMENTAL

28 CUSTOS DE EMPRÉSTIMOS

29 PAGAMENTO BASEADO EM AÇÕES

30 BENEFÍCIOS A EMPREGADOS

31 TRIBUTOS SOBRE O LUCRO

32 EFEITOS DAS MUDANÇAS NAS TAXAS DE CÂMBIO E CONVERSÃO DE DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

33 EVENTO SUBSEQUENTE

34 DIVULGAÇAO SOBRE PARTES RELACIONADAS

35 ATIVIDADES ESPECIALIZADAS

36 ADOÇÃO INICIAL DO PRONUNCIAMENTO TÉCNICO PME CONTABILIDADE P/ PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

37 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DE ATIVOS E PASSIVOS

38 AVP E IMPAIRMENT DE ATIVOS NAS PME

39 PLANO DE CONTAS

40 EXERCÍCIOS PRÁTICOS